documentos

Diploma de Doutorado, certidões, um Diário escrito sob pseudônimo. O Ahnenpass, um passaporte exigido pelos nazistas para pegar judeus que não tinham registro nas igrejas. Documentos que atestam a trajetória profissional e pessoal de Ana Primavesi.
O Ahnenpass era um documento exigido pelos nazistas. Neste documento, devia-se fazer o levantamento dos ancestrais até o ano de 1800. O intuito era pegar judeus. Isso acontecia porque os judeus não eram batizados, então não tinham registro. Assim, os registros eram checados um a um. Se voltando até 1800 faltasse um registro, a pessoa podia ser acusada de ter parentesco com judeus. Isso levava a consequências como prisões, deportações ou, posteriormente, ser enviado aos campos de concentração. Annemarie, assim como todos os austríacos precisava comprovar as origens de seus antecedentes.

Diário

“Eu e você na caçada humana. De Paul Pulgher”. Assim estava escrito na capa daquele monte de papeis manteiga, datilografados e com correções em letra gótica. O período da Guerra e experiências importantes e marcantes como a permanência por 9 meses num campo de concentração inglês são descritas nesse documento, que nem mesmo Ana lembrava ter escrito. Sua descoberta revelou faces de sua vida que ninguém sabia e “trouxe à vida” personagens que já se foram mas permanecerão vivos na memória de quem leu.
diploma de doutorado

certificado de residência

registro de estrangeiro